Doutorado Em Matemática E Estatística

Universidad de La Laguna

Descrição do Programa

Leia a descrição oficial

Doutorado Em Matemática E Estatística

Universidad de La Laguna

Esta proposta propõe um doutorado interdisciplinar cujos itinerários em áreas específicas de especialização permitem a formação de doutorandos em diferentes áreas do conhecimento (Matemática Fundamental, Matemática Aplicada, Estatística, Transferência Matemática, Tecnologias da Informação, entre outros). Nestes momentos, a produção científica e a capacidade formativa dos pesquisadores dos diferentes grupos no campo da Computação Científica, Matemática, Modelos Matemáticos e Técnicas Estatísticas orientam a criação de um programa de doutorado específico, com identidade própria, que permita consolidação da atividade de pesquisa e transferência nessa área.

Justificação título

A universidade que solicita o programa de doutoramento em Matemática e Estatística é a Universidade de Saragoça (UZ).

A Universidade de Zaragoza foi criada com o objetivo de oferecer educação universitária de qualidade. Iniciou sua atividade acadêmica no curso de 1550 e desde então obteve os seguintes reconhecimentos:

  • Instituição número 223 nos RANKINGS INSTITUCIONAIS EM MATEMÁTICA pelo ISI Web of Knowledge.
  • Membro do G9 (2000 doutorandos, 230 teses / ano)
  • Participante em mais de 40 projetos europeus (Erasmus, Leonardo da Vinci, etc.) desde 2004.
  • Fez mais de 1700 acordos com universidades estrangeiras, recebendo mais de 1200 estudantes Erasmus.
  • Sétima das 11 universidades da Espanha incluídas no ranking de Xangai.

A UZ possui os Vice-Reitores de Política Científica e Transferência de Tecnologia e Inovação, cuja principal função é promover e coordenar a pesquisa, inovação e transferência de conhecimento da universidade, com a garantia de uma gestão eficaz e mecanismos de disseminação. adequado Consciente da importância da incorporação de estudantes de doutorado para o desenvolvimento e consolidação de grupos de pesquisa, o plano diretor da universidade estabelece um conjunto de ações que visam garantir a qualidade dos programas de treinamento da nova equipe de pesquisa.

Até 2011, as diferentes universidades participantes realizaram este treinamento de pesquisa em vários programas de doutorado:

ULL: Programa Doutoral em Matemática, programa de Doutorado interdepartamental no qual participa o Departamento de Análise Econômica da Faculdade de Ciências Econômicas e Empresariais da ULL e os três Departamentos da Faculdade de Matemática da ULL: Análise Matemática, Matemática Fundamental e Estatística, Pesquisa Operacional e Computação. Participou da última convocação para a menção de excelência, obtendo um parecer favorável, mas sendo excluído ao final das referidas menções, fundamentalmente por não ter um grande número de alunos de doutorado que justifique tal menção. A organização do programa interuniversitário proposto contribuiria para melhorar esse aspecto.

UO: Programa Doutoral em Matemática e Estatística, programa de doutorado interdepartamental no qual participam o Departamento de Matemática e o Departamento de Estatística, Pesquisa Operacional e Didática de Matemática.

UPV / EHU: Programa Doutoral em Matemática, programa de doutorado interdepartamental no qual o Departamento de Matemática e o

de Matemática Aplicada, Estatística e Pesquisa Operacional.

UPNA: Atualmente, existem dois programas de doutorado ativos em que a tese de doutorado pode ser realizada:

  • Programa de Doutorado em Métodos Matemáticos e Aplicações, programa de doutorado interdepartamental no qual participam os Departamentos de Matemática, Estatística e Pesquisa Operacional e Matemática e Engenharia de Computação. Este Programa de Doutorado substituiu o antigo Programa de Doutorado em Estatística, Matemática e Tecnologia da Informação.
  • Doutorado em Ciências, um programa de doutorado do tipo transversal, no qual estão incluídas todas as linhas de pesquisa que se enquadram no programa de doutorado em Ciências.

UZ: Programa Doutoral em Matemática e suas Aplicações (programa de doutorado interdepartamental que inclui todos os departamentos de matemática da Universidade de Zaragoza). Já teve a menção de qualidade (Mention Quality ref.MCD-2005-00287). Ele participou da última chamada para a menção de excelência, obtendo um relatório favorável, mas permanecendo fora das menções de excelência, principalmente devido à falta de criação de um plano entre diferentes universidades, um aspecto que melhoraria significativamente com este projeto.

programa interuniversitário.

As universidades de Oviedo, País Vasco, Pública de Navarra e Zaragoza, juntamente com a Universidade de La Rioja, têm ensinado dois mestrados nos últimos anos:

  • Mestrado em Introdução à Pesquisa em Matemática
  • Mestrado em Modelagem Matemática, Estatística e Computação.

O objetivo do Mestrado em Iniciação à Pesquisa Matemática é oferecer aos alunos um treinamento voltado à pesquisa em Matemática, que lhes forneça as ferramentas necessárias para iniciar uma linha de pesquisa acadêmica e fundamental.

O Mestrado em Modelação Matemática, Estatística e Computação tem um caráter mais transversal. O tópico abordado nele concentra-se na modelagem matemática de problemas de interesse em outras áreas da ciência e tecnologia. É, portanto, um mestrado orientado para a transferência de tecnologia (neste caso, a tecnologia matemática) para empresas e centros de tecnologia.

Para o próximo curso concordou em transformar esses dois graus em um único mestrado, que envolveu as mesmas universidades que fazem neste doutorado interuniversidade, para atender às necessidades dos alunos que procuram uma orientação acadêmica, tanto para completar a sua preparação matemática , quanto ao acesso ao nosso programa de doutorado, mantendo um treinamento adequado em termos de transversalidade e orientação para a transferência de tecnologia.

A experiência adquirida com a organização desses Mestres Interuniversitários e a sinergia desenvolvida nesta atividade conjunta motivaram a união de esforços que levaram à solicitação de um programa de doutorado interuniversitário.

Esta proposta propõe um doutorado interdisciplinar cujos itinerários em áreas específicas de especialização permitem a formação de doutorandos em diferentes áreas do conhecimento (Matemática Fundamental, Matemática Aplicada, Estatística, Transferência Matemática, Tecnologias da Informação, entre outros). Nestes momentos, a produção científica e a capacidade formativa dos pesquisadores dos diferentes grupos no campo da Computação Científica, Matemática, Modelos Matemáticos e Técnicas Estatísticas orientam a criação de um programa de doutorado específico, com identidade própria, que permita consolidação da atividade de pesquisa e transferência nessa área.

Estudos responsáveis ​​pelo programa de doutoramento: Estudos de Matemática

Deve-se notar que as linhas de pesquisa do doutorado estão abrigadas no centro de pesquisa coordenado pela Universidade de Zaragoza, a IUMA, além das várias universidades que compõem o projeto. De qualquer forma, as linhas e grupos de pesquisa ligados ao programa estão sempre articulados em torno dos Estudos de Matemática. Todos os grupos de pesquisa em Matemática envolvidos no programa financiaram projetos de pesquisa, tanto nacional como internacionalmente, reconhecimento por agências de qualidade.

do sistema universitário, professores credenciados e com seções de pesquisa reconhecidas, e uma extensa lista de publicações em prestigiosas revistas científicas e congressos que apoiam sua carreira de pesquisa.

Os diferentes centros de pesquisa mencionados possuem programas de bolsas de estudo, professores visitantes, professores residentes, pesquisadores de pós-doutorado e professores convidados, entre outros, que estimulam a colaboração com grupos e pesquisadores de outras universidades e agregam valor aos estudos de doutorado.

O ensino das atividades de treinamento para estudantes de doutorado em tempo integral será realizado nas universidades participantes e instituições de ensino superior ou centros de pesquisa que colaboram com o programa. As restantes actividades de formação dirigidas ao grupo de estudantes de doutoramento a tempo inteiro, bem como a actividade de investigação por eles desenvolvida, serão geralmente realizadas nos espaços das respectivas Universidades.

Nos edifícios das Universidades serão realizadas as sessões do Seminário de Doutorado e as oficinas metodológicas voltadas especificamente para doutorandos em período integral, mas também abertas a alunos de meio período. Os seminários dos grupos de pesquisa, as reuniões com o Diretor de Tese, as avaliações anuais de acompanhamento, etc. também serão realizados. Além disso, este grupo de estudantes de doutoramento realiza normalmente a sua actividade de investigação nestes edifícios, não obstante as estadias temporárias que, no desenvolvimento desta actividade, realizam noutras instituições de ensino superior ou centros de investigação e as viagens que realizam para realizar seu trabalho de pesquisa ou em

a difusão deles.

A atividade formativa do período de treinamento será desenvolvida nos diferentes campi, com diferentes idiomas, utilizando a língua inglesa na transmissão de diversos conteúdos e assuntos. O inglês também pode ser usado na preparação de planos de pesquisa, na redação e defesa de teses de doutorado e na realização de algumas atividades de treinamento (cursos metodológicos, seminários temáticos de pesquisa e atividades complementares de treinamento voltadas à pesquisa). . Devemos ressaltar que este programa visa promover a realização de teses de doutorado inclusas no International Doctorate, para o qual a defesa e parte da tese deve ser feita em outro idioma, além de fazer várias estadias em diversos centros de pesquisa internacionais.

Orientação e evolução do programa

O programa de Doutorado em Matemática e Estatística reunirá diferentes áreas do conhecimento com os seguintes objetivos:

  • Fornecer treinamento avançado em pesquisa nos diversos ramos da Matemática.
  • Facilitar a realização de iniciativas de pesquisa originais, que contribuam para o conhecimento acumulado sobre os diferentes assuntos.
  • Promover a interdisciplinaridade na pesquisa, facilitando a inter-relação de estudantes de doutorado que investigam em diferentes campos da matemática, ou outros ramos da ciência.

As universidades participantes mantêm um interesse contínuo em avançar na obtenção de altos níveis de qualidade para seus doutorados, para os quais vêm realizando sucessivas reformas de acordo com a organização da educação universitária oficial em todos os momentos (Decretos Reais 1393/2007, de 29 de outubro e 99/2011, de 28 de janeiro), sempre com foco nas seguintes áreas: seleção e admissão de doutorandos, elaboração do roteiro de formação e pesquisa dos doutorandos e avaliação do trabalho que levam a Isso se aplicará ao programa de Doutorado em Matemática e Estatística que apresentamos. A experiência acumulada pela comunidade universitária envolvida nos estudos (doutorandos, diretores de tese, professores, grupos de pesquisa, comissões acadêmicas de doutorado, coordenadores dos programas de cada universidade, vice-reitor de pesquisa, etc.) é resultado das avaliações realizadas. realizado dentro de cada universidade participante. Esta experiência é utilizada para a concepção deste programa, que visa melhorar o processo de admissão de estudantes de doutorado para o programa, melhorar a sua formação metodológica e definir procedimentos e figuras para a direção e avaliação de teses de doutorado. comparáveis, na sua concepção e funcionamento, às normas internacionais.

competências

Competências básicas e pessoais

Os estudos de doutoramento garantirão, no mínimo, as seguintes competências

Básico:

  • CB11 Compreensão sistemática de um campo de estudo e domínio de habilidades e métodos de pesquisa relacionados a esse campo.
  • CB12 Capacidade de conceber, conceber ou criar, implementar e adotar um processo substancial de pesquisa ou criação.
  • CB13 Capacidade de contribuir para a expansão das fronteiras do conhecimento através de pesquisas originais.
  • CB14 Capacidade de realizar uma análise crítica e avaliação e síntese de idéias novas e complexas.
  • CB15 Capacidade de comunicação com a comunidade acadêmica e científica e com a sociedade em geral sobre seus campos de conhecimento nos modos e linguagens comumente usados ​​em sua comunidade científica internacional.
  • CB16 Capacidade de promover, em contextos acadêmicos e profissionais, o avanço científico, tecnológico, social, artístico ou cultural de uma sociedade baseada no conhecimento.
  • CA01 Desenvolver em contextos em que há pouca informação específica.
  • CA02 Encontre as principais questões que devem ser respondidas para resolver um problema complexo.
  • CA03 Projetar, criar, desenvolver e empreender projetos inovadores e inovadores em sua área de conhecimento.
  • CA04 Trabalhar em equipe e de forma independente em um contexto internacional ou multidisciplinar.
  • CA05 Integrar conhecimento, enfrentar a complexidade e formular julgamentos com informações limitadas.
  • CA06 A crítica intelectual e defesa de soluções.

outras habilidades

Segundo o RD1027 / 2011 de 15 de julho, que estabelece o Quadro de Qualificações Espanhol para o Ensino Superior (MECES).

  • CMECES1) Adquiriu conhecimentos avançados na fronteira do conhecimento e demonstrou, no contexto de pesquisas científicas reconhecidas internacionalmente, uma compreensão profunda, detalhada e bem fundamentada dos aspectos teóricos e práticos e metodologia científica em uma ou mais áreas de pesquisa.
  • CMECES2) Fizeram um contributo original e significativo para a investigação científica na sua área de conhecimento e que esta contribuição foi reconhecida como tal pela comunidade científica internacional.
  • CMECES3) Demonstraram que são capazes de conceber um projeto de pesquisa com o qual realizar uma análise crítica e uma avaliação de situações imprecisas para aplicar suas contribuições e seus conhecimentos e metodologia de trabalho para fazer uma síntese de idéias novas e complexas que
  • produzir um conhecimento mais profundo do contexto de pesquisa em que você trabalha.
  • CMECES4) Desenvolveram autonomia suficiente para iniciar, gerir e liderar equipas e projectos de investigação inovadores e colaborações científicas nacionais ou internacionais, dentro do seu âmbito temático, em contextos
  • multidisciplinar e, quando apropriado, com um alto componente de transferência de conhecimento.
  • CMECES5) Demonstraram que são capazes de desenvolver sua atividade de pesquisa
  • com responsabilidade social e integridade científica.
  • CMECES6) Ter justificado que eles são capazes de participar de discussões científicas que ocorrem internacionalmente em sua área de conhecimento e de divulgar os resultados de suas atividades de pesquisa para todos os tipos de público).
  • CMECES7) Tendo demonstrado, no seu contexto científico específico, que são capazes de avançar nos aspectos culturais, sociais ou tecnológicos, bem como fomentar a inovação em todas as áreas de uma sociedade baseada no conhecimento.

actividades de formação

  • Tutoria
  • mobilidade
  • Seminários de Investigação
  • Seminários
  • Workshops
  • Competências para a divulgação e comunicação de pesquisas
  • Competências para uma inserção profissional de qualidade
  • Orientação para o emprego
  • Inglês acadêmico
  • Compromisso científico e responsabilidade profissional do pesquisador
  • Habilidades de informação para estudantes de doutorado

Linhas de investigação

  • Linha 1: álgebra
  • Linha 2: Métodos Algébricos na Codificação, Criptografia e Teoria dos Gráficos. Ensino De Matemática
  • Linha 3: geometria e topologia
  • Linha 4: Análise Matemática
  • Linha 5: Equações Parciais Derivadas
  • Linha 6: Análise Numérica
  • Linha 7: Sistemas Dinâmicos
  • Linha 8: Teoria do Controle e Aplicações
  • Linha 9: Estatísticas e pesquisa operacional
  • Linha 10: Computação Científica

Os critérios de admissão

Admissão ao programa de doutorado em Matemática e Estatística

Para fazer cursos de doutorado é essencial que o comitê acadêmico do programa admita o doutorando.

Para obter tal admissão, o aluno deve solicitá-lo, dirigindo-se à comissão acadêmica do programa dentro do período estabelecido anualmente no calendário acadêmico e de acordo com o procedimento estabelecido.

Tendo em vista a documentação apresentada, o comitê acadêmico do programa determinará, se necessário, o cumprimento de requisitos adicionais, incluindo a aprovação de testes específicos.

Além dos critérios de acesso supracitados, são estabelecidas as condições de ingresso no programa de Doutorado em Matemática e Estatística.

Os alunos devem ter um claro interesse em obter um doutorado em um campo de

conhecimento relacionado a este programa e suas linhas e grupos de pesquisa. O Comitê Acadêmico do programa estudará cada aplicação individualmente, permitindo, em casos excepcionais, a admissão de estudantes de doutorado com outros perfis quando considerado justificado. A admissão de candidatos que desejem acessar o programa de doutorado será baseada exclusivamente em

científico e acadêmico

Além dos requisitos de acesso que os futuros doutorandos têm que cumprir,

para admissão no programa de doutorado, a trajetória acadêmica dos candidatos será levada em conta em primeiro e segundo lugar, a adaptação de sua formação, experiência e interesses de pesquisa para as áreas do conhecimento ou os tópicos associados com o programa de doutorado .

A experiência e a produção científica prévia dos futuros doutorandos, se houver, serão valorizadas, bem como a sua motivação no desenvolvimento de dinâmicas de trabalho que levem à efetiva realização de teses de doutorado.

Os candidatos a ingressar no programa apresentarão sua experiência acadêmica anterior e seus interesses de pesquisa, apresentando a seguinte documentação para avaliação pelo Comitê Acadêmico do programa:

(a) Carta de apresentação que, em no máximo 1.000 palavras, inclui:

  • as motivações específicas que impulsionam a candidatura;
  • uma descrição dos interesses da pesquisa.

(b) Curriculum vitae em que as seguintes informações são registradas:

  • o endereço físico completo, um número de telefone de contato e o endereço eletrônico do estudante;
  • os programas e cursos de mestrado ou pós-graduação seguidos e superados pelo aluno e relacionados aos interesses de pesquisa expressos na carta de encaminhamento;
  • a produção científica prévia do aluno, se aplicável.

(c) Registro acadêmico de graduação e pós-graduação (em espanhol ou inglês).

(d) Nome completo, afiliação institucional, endereço postal e endereço eletrônico das pessoas de referência.

(e) identidade ou passaporte.

(f) Se o candidato estabelecer outros méritos (veja o sistema de avaliação dos candidatos), ele deve fornecer a documentação de apoio correspondente.

Em caso de dúvidas sobre a adequação de um candidato, uma entrevista pessoal pode ser conduzida com um professor ou pesquisador que seja membro do Comitê Acadêmico do programa.

Avaliação das candidaturas

As candidaturas serão avaliadas em um máximo de 100 pontos, que serão atribuídos da seguinte maneira:

  • Máximo de 40 pontos para o registro acadêmico de grau (ou equivalente). Se a média ponderada do arquivo (usando o número de créditos de cada sujeito como peso de cada série) é calculada usando a escala usual de 0 a 4 (0 para suspensão, 1 para aprovação, 2 para notável, 3 para pendente e 4 para registo de honra), os pontos serão atribuídos da seguinte forma:
    - 0 pontos se a nota média for inferior a 1,
    - 20 pontos se 1
  • Máximo de 20 pontos para o registro acadêmico do mestre (ou equivalente). Se a média ponderada do arquivo (usando o número de créditos de cada sujeito como peso de cada série) é calculada usando a escala usual de 0 a 4 (0 para suspensão, 1 para aprovação, 2 para notável, 3 para pendente e 4 para registo de honra), os pontos serão atribuídos da seguinte forma:
    - 0 pontos se a nota média for inferior a 1,
    - 10 pontos se 1
  • Máximo de 10 pontos para a produção científica anterior do candidato, com o seguinte peso:
    - 10 pontos se o candidato credenciar um trabalho publicado ou aceito em revista indexada no JCR (ou outro índice de referência que a Comissão acadêmica considere válido),
    - 8 pontos para um trabalho publicado ou aceito em um periódico não indexado no JCR (ou outro índice de referência que o Comitê Acadêmico considere válido), desde que o processo de publicação no periódico inclua a revisão por pares,
    - 6 pontos para um trabalho publicado ou aceito em um congresso internacional com revisão por pares,
    - 4 pontos por trabalho publicado ou aceito em congresso nacional com revisão por pares,
    - 2 pontos para o trabalho do mestrado final no modo de pesquisa.
  • Máximo de 10 pontos para credenciar (ou demonstrar em uma entrevista) um nível de inglês.
  • Máximo de 10 pontos para a carta de apresentação.
  • Máximo de 10 pontos para outros méritos indicados pelo candidato, como credenciamento de prêmios, patentes, bolsas de estudo, estadias de pesquisa em centros de referência ou experiência profissional anterior em IDI.

A pontuação mínima para acessar o programa será de 50 pontos, calculada com os critérios acima. Candidatos que obtiverem menos de 50 pontos não serão aceitos.

Admissão de candidatos

A alocação de vagas será feita levando-se em consideração os locais disponíveis para cada linha de pesquisa oferecida e os perfis dos candidatos. A cada ano acadêmico será divulgado o número de vagas oferecidas no programa de doutorado, além dos critérios que serão considerados na seleção de futuros doutorandos.

A admissão será resolvida pelo Comitê Acadêmico do programa. O Comitê Acadêmico do programa decidirá a admissão dos doutorandos de acordo com os critérios e procedimentos previamente estabelecidos, admissão que pode estar condicionada à melhoria, se aplicável, dos complementos de treinamento correspondentes, especificados no item 3.4 do requerimento.

A Comissão será responsável por garantir o cumprimento dos requisitos de acesso e admissão e, através da análise da documentação apresentada pelos candidatos e da realização de entrevistas pessoais, avaliar a adequação das candidaturas ao perfil de entrada no programa. .

Principais graus de acesso:

Este programa de doutoramento destina-se a acolher os alunos com capacidade para raciocínio abstrato, interesse em resolver problemas e um gosto pela matemática. É essencial ter um sólido conhecimento matemático e um nível de Inglês B1, que será credenciado com um diploma ou através de uma entrevista com o Comitê Acadêmico do Programa. Neste sentido, o perfil de acesso recomendado é o de um estudante com grau de bacharel ou licenciatura em Matemática ou Estatística e que tenha concluído um dos mestrados interuniversitários indicados abaixo:

  • Mestrado Interuniversitário em Introdução à Pesquisa em Matemática
  • Mestrado Interuniversitário em Modelagem Matemática, Estatística e Computação
  • Mestrado interuniversitário em Modelagem e Pesquisa Matemática, Estatística e Computação.

Alunos que tenham completado outros mestrados em áreas matemáticas ou afins, seja na UZ, UO, UPV, ULL, UPNA ou em outras universidades também podem ser admitidos no programa de doutorado. Outros programas de graduação que podem dar acesso ao programa são graus ou graus em física ou ciência da computação e engenharia. Esta admissão, para os alunos sem o perfil de acesso recomendado, poderá ser acompanhada dos complementos de treinamento correspondentes, dependendo de cada caso, que consistirá de 12 a 30 créditos de um dos mestres interuniversitários ofertados na época, entre os indicados anteriormente, proposto pelo comitê acadêmico levando em consideração os interesses de pesquisa expressos pelo candidato em sua carta de apresentação.

No caso de alunos cujo grau não seja de matemática ou cujo mestrado não corresponda àqueles indicados no perfil recomendado, o Comitê Acadêmico do Programa de Doutorado poderá estabelecer complementos de treinamento. Esses complementos de treinamento, que em nenhum caso excederão 15 créditos, correspondem a alguns (ou alguns) temas da modelagem matemática ou iniciação à pesquisa em matemática (ou assuntos similares do novo mestrado, quando começar a ser ensinado) ). O Comitê Acadêmico de Doutorado, após ouvir o tutor do aluno, decidirá sobre os assuntos específicos a serem realizados. O conteúdo dos assuntos pode ser visto aqui.

No caso de alunos de programas de mestrado com orientação profissional, que não fizeram créditos de pesquisa, o projeto final de mestrado pode ser incluído entre os complementos de treinamento.

Alunos com deficiências

Desde o início, as universidades participantes dedicaram um esforço importante para adaptar sua tecnologia para possibilitar o acesso à universidade para pessoas com deficiências. Da mesma forma, e buscando facilitar os conteúdos e recursos didáticos para todos os possíveis usuários, distribui a documentação dos assuntos em formato PDF, o que permite sua leitura automática a partir de ferramentas de conversão TTS (Conversão Texto-Fala, conversores de voz de texto). A Universidade de Zaragoza também possui um Departamento Universitário de Atenção à Deficiência.

Um grupo de estudantes com um grau de deficiência maior ou igual a 33% estará sujeito às mesmas isenções e descontos que outras universidades do sistema público.

Esta escola oferece programas em:
  • Inglês
  • Espanhol


Última actualização June 19, 2018
Duração e Preço
Este curso é No campus
Start Date
Data inicial
Set. 2018
Duration
Duração
Tempo parcial
Tempo integral
Information
Deadline
Locations
Espanha - Santa Cruz de Tenerife, Canary Islands
Data inicial : Set. 2018
Prazo de inscrição Contactar Escola
Data de conclusão Contactar Escola
Dates
Set. 2018
Espanha - Santa Cruz de Tenerife, Canary Islands
Prazo de inscrição Contactar Escola
Data de conclusão Contactar Escola